8

Torna-te um (s)expert

Orgasmo vaginal e orgasmo clitoriano

Embora o orgasmo para o homem seja apenas um, o orgasmo da mulher pode assumir duas formas. Muitas mulheres experimentam o orgasmo clitoriano, outras o vaginal e outras ambos, enquanto algumas mulheres têm dificuldade, de um modo geral, em experimentar qualquer tipo de orgasmo. Mas qual é a diferença entre o orgasmo clitoriano e o orgasmo vaginal, e qual deles é o melhor?

Acredita-se que o orgasmo clitoriano é o mais comum e o mais fácil de atingir pela mulher. Isto porque o clitóris se encontra exposto e se situa num ponto evidente, podendo ser rápida e facilmente estimulado. O orgasmo induzido pelo clitóris gera tensão no corpo e algumas contrações acompanhadas de grande prazer.

Por sua vez, o orgasmo vaginal, além de ser mais raro, é mais difícil de atingir para a maioria das mulheres. É causado pela penetração durante o sexo. A fricção e os movimentos que ocorrem na vagina causam um orgasmo mais intenso, acompanhado de espasmos musculares. O orgasmo vaginal é causado por um ponto erógeno, não sendo considerado como uma extensão do orgasmo clitoriano. Este orgasmo provém da vagina e da estimulação das suas paredes. O clitóris desempenha também aqui um papel fundamental, ao ser estimulado indiretamente durante a relação sexual, contribuindo para o clímax.

Não existe nenhuma razão para dar uma resposta relativamente a qual dos dois orgasmos é o melhor e o mais intenso, já que cada mulher sabe e procura o que a satisfaz. O mais importante é que cada mulher se consiga libertar e procure o prazer para que atinja sempre o clímax como ela quer.